Em coletiva de imprensa, Presidente e Diretor-Executivo da Cooperativa também falaram sobre o Ciclo Assemblear iniciado no dia 3, em Taquaruçu do Sul/RS


Com o objetivo de anunciar as novidades da atuação da Cooperativa em 2020, a Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG promoveu coletiva de imprensa, na manhã de segunda-feira, 3, nas dependências da Superintendência Regional, em Frederico Westphalen, com a presença de representantes de 25 meios de comunicação do norte gaúcho e oeste catarinense. Entre os anúncios feitos pela presidente Angelita Marisa Cadoná e pelo diretor-executivo, Márcio Girardi, esteve a isenção da tarifa mensal de conta corrente, que passa não ser cobrada dos associados a partir de 1º de março, e beneficiará todas as pessoas físicas (urbanas e agro) e as empresas classificadas como entidades, microempreendedor individual (MEI) e microempresas, o que contemplará hoje, 93% do quadro social. A economia gerada aos associados com esta isenção será em torno de R$ 8 milhões neste ano.

Além disso, foi comunicada a nova taxa de juros do cheque especial/empresarial, que passará a vigorar a partir do próximo mês para todos os associados, variando de 2,9% a 7,9% ao mês, de acordo com o perfil individual de risco. Com ambas medidas, a Cooperativa aumenta o valor agregado aos associados que a utilizam, pois, além de pagar menos taxas, o associado também participa dos resultados gerados na proporção das suas movimentações financeiras, recebe remuneração da sua cota capital e participa dos diferentes programas e iniciativas de relacionamento e desenvolvimento humano e social, promovidos pela Cooperativa.

De acordo com o diretor-executivo, Márcio Girardi, o mercado financeiro está em transformação e pede um reposicionamento rápido. “Para isso, estamos valorizando nossa essência cooperativa, evoluindo a eficiência na gestão dos recursos e inovando nas parcerias e soluções para os diferentes perfis de associados. Além de reduzir custos, nosso objetivo é agregar valor, entendendo o que as pessoas precisam para oferecer as soluções adequadas no ciclo de relacionamento, com um atendimento próximo e humano. Sempre vamos investir muito na formação dos colaboradores e apoiar as iniciativas de desenvolvimento das pessoas, incentivando as redes de cooperação e fomentando o empreendedorismo local e regional, contribuindo de diferentes formas e com parcerias na evolução da sociedade onde atuamos”, comenta o diretor-executivo.

Assembleias
Também foi foco da coletiva, o começo do Ciclo Assemblear – momento mais importante da Cooperativa , que iniciou pelo município de Taquaruçu do Sul/RS na segunda-feira, 3, e será realizado em todas as cidades da área de atuação da instituição, até dia 20 de março, quando encerra-se em Maravilha/SC. Nas Assembleias, estão acontecendo as eleições dos Coordenadores de Núcleo; com pauta extraordinária tratando da reforma estatutária, e ordinariamente, abordando a prestação de contas, destinação dos resultados, dentre outros assuntos.
Planejamento 2020

O crescimento da Cooperativa está em uma constante. Conforme a presidente, para este ano a expectativa é de alcançar mais de 86 mil associados, levando em consideração os benefícios do Sicredi aos associados e também as novas praças de atendimento que serão abertas, ainda neste ano – cinco novos pontos de atendimento no Estado de Minas Gerais e mais dois em Santa Catarina. “Também, a estimativa é atingir a marca de R$ 1,7 bilhão de recursos administrados e o mesmo montante de carteira de crédito, chegando a R$ 294 milhões de patrimônio líquido e gerando um resultado líquido de R$ 53 milhões”, anuncia Angelita.

Juntos Fazemos o Bem
Ainda esteve em pauta a ação Juntos Fazemos o Bem, lançada no começo deste ano, a qual possibilita aos associados que investirem no Sicredi, indicar uma entidade social para ser beneficiada com a doação proporcional de 0,40% do montante aplicado, valor que será doado pela Cooperativa. Segundo Angelita, o valor projetado de destinações para o Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social (Fates) e para o Fundo de Desenvolvimento Regional, somados ao valor estimado em retorno as entidades sociais, poderá ultrapassar os R$ 6 milhões revertidos em prol dos associados e sociedade.

Postar um comentário:

0 comments: