Ocorreu nesta quarta-feira (15), em Santa Cruz do Sul, o 9º Grito de Alerta, promovido pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag/RS). A programação, que contou com o apoio de várias macrorregionais, regionais sindicais e sindicatos dos trabalhadores rurais, além de inúmeros sindicatos de trabalhadores urbanos – entre eles, professores, organizações de diferentes setores da sociedade civil (estudantes, aposentados…) e também representantes da Abraço – RS, reuniu mais de 12 mil pessoas de todo o Estado.
De acordo com o presidente da Fetag, Carlos Joel da Silva, a pauta central foi a contrariedade à reforma da Previdência. A concentração das caravanas aconteceu em frente ao Parque da Oktoberfest. Na sequência, os manifestantes saíram em caminhada pelas ruas da cidade e finalizam a parada em frente à sede do INSS.
Para o coordenador de finanças da Abraço – RS, João Carlos Heissler, a atividade foi muito positiva. “As rádios comunitárias não poderiam se furtar de participar. Cabe a nós o papel de esclarecer, de fato, o que a classe trabalhadora vai perder com esse absurdo, que está sendo capitaneado por Paulo Guedes. Eles querem acabar com a possibilidade de aposentaria pública. Querem acabar com saúde, educação e tudo mais que for público e entregar para os banqueiros. E nós precisamos usar os nossos microfones para dizer isso aos ouvintes”, finalizou.

Postar um comentário:

0 comments: