Conselho Federal de Medicina contesta na justiça programa Mais Médicos



esta segunda-feira, dia 12, o Conselho Federal de Medicina deve entrar com Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o programa Mais Médicos, além de pedir ao Ministério Público e à Polícia Federal que investiguem denúncias de irregularidade.
A entidade alega que a escolha de locais pelos profissionais inscritos não foi levada em conta, e que os médicos brasileiros estão sendo prejudicados no processo seletivo.


Fonte Rádio Comunitária FW
Postado por Levi de Oliveira