PROGRAMAÇÃO AO VIVO APARTIR DAS 6:00 DA MANHÃ.
Afastado secretário da Saúde de Lajeado do Bugre por desvio de verbas « Rádio Coletiva

Radio

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Afastado secretário da Saúde de Lajeado do Bugre por desvio de verbas

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014 - by radiocoletiva105.9


Afastado secretário da Saúde de Lajeado do Bugre por desvio de verbas








O ex-prefeito e atual secretário da Saúde de Lajeado do Bugre, Otaviano Paim Ardenghi, foi afastado do cargo por decisão judicial. Ao acolher liminar pleitada pelo Ministério Público, o Judiciário o proibiu de assumir qualquer cargo em comissão, função de confiança ou outra função pública mediante contratação temporária no âmbito do Município. Ardenghi também não pode entrar na Prefeitura, exceto para ser atendido como cidadão. Ele é réu em ação civil pública por desvio de verbas no período em que foi prefeito, de 2001 a 2008.
Investigação realizada pelo MP e relatórios de auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE) apontaram que entre 31 de janeiro e 28 de fevereiro de 2007, o então prefeito desviou cerca de R$ 98 mil da conta bancária do Crehnor – Sistemas de Cooperativas de Crédito Rural, com o suposto auxílio da irmã, Jocelda Ardenghi Soares, responsável pelo posto de atendimento da entidade em Lajeado do Bugre, que também é ré na ação do MP. A conta do Crehnor está vinculada ao Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores Municipais.
O MP apurou ainda outras irregularidades cometidas pelo ex-prefeito, como recebimento de vantagem indevida de R$ 3 mil de uma servidora; falta de providências administrativas e judiciais visando ao ressarcimento ao erário dos valores gastos para pagamento de multas de infrações de trânsito cometidas por servidores com veículos oficiais; autorização de despesa no valor de R$ 1,8 mil para confecção de publicação com caráter de promoção pessoal, em benefício próprio, do vice-prefeito e de outros agentes públicos e servidores; e emissão de diversos cheques, totalizando quase R$ 1,8 mil, vinculados a contas bancárias da administração municipal, sem a provisão de fundos correspondente.
São corréus na ação civil pública Josiane da Silva Ardenghi, Elizabete de Almeida Zambon e Luciano Hostyn Branchier. Outras duas ações civis públicas de improbidade administrativa foram ajuizadas pelo MP contra o mesmo ex-prefeito, relativas a fatos ocorridos durante o último mandato, de 2005 a 2008. Rádio Guaíba.
Fonte: RS NORTE
Postado por Levi de Oliveira

Tags:


© 2014 Rádio ColetivaTodos os Direitos Reservad