PROGRAMAÇÃO AO VIVO APARTIR DAS 6:00 DA MANHÃ.
"Momento é ruim, mas pode piorar", avisa Medeiros « Rádio Coletiva

Radio

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

"Momento é ruim, mas pode piorar", avisa Medeiros

segunda-feira, 4 de novembro de 2013 - by radiocoletiva105.9

Scocco ficou isolado no ataque do Inter e pouco produzi<br /><b>Crédito: </b> Alexandre Lops / Inter / Divulgação CP


Dirigente do Inter disse que sentiu vontade de dizer palavrões após derrota para Atlético-PR

Scocco ficou isolado no ataque do Inter e pouco produzi
Crédito: Alexandre Lops / Inter / Divulgação CP
O diretor de futebol do Inter Marcelo Medeiros não escondeu a indignação pela derrota de 1 a 0 sofrida para o Atlético-PR e escancarou a má fase vivida pelo clube no Campeonato Brasileiro. Para o dirigente, o time precisa estar atento para não sofrer nas últimas rodadas da competição. "Hoje a indignação que o torcedor está sentindo pelo resultado é a nossa. Temos de ter consciência de que o momento é ruim e de que ele pode até piorar", avisou em entrevista coletiva.

Medeiros comentou ainda que estava fazendo um grande esforço para não perder a linha como dirigente. "A vontade que eu tenho é de dizer um palavrão, assim como eu disse ao longo da partida. Mas em respeito aos ouvintes e ao torcedor colorado, a gente tem que se preocupar em encontrar a solução. O Inter tem a obrigação de pontuar na próxima rodada. A cobrança é muito forte e estamos atentos", frisou.

O diretor garantiu que a indignação sentida pela derrota não é direcionada aos jogadores, mas ao momento que vive o clube. "Isto não significa que vamos transferir responsabilidade. Os principais mandatários do clube são os responsáveis por isso e dividimos esta situação com os jogadores e com a comissão técnica", ponderou Medeiros.

O anúncio imediato do novo técnico, que poderá ser Abel Braga, foi descartado por Marcelo Medeiros. No entender do dirigente, a solução para o momento do Inter não pode estar em fatores externos. "Sempre achávamos que a resolução para tudo estava nos jogadores que não atuavam ou nos profissionais que não estavam aqui, mas a solução tem que estar dentro do vestiário. Temos mais seis rodadas para honrar esta camisa e honrar a nossa história no Brasileirão", afirmou.

Fonte: Correio do Povo
Postado por Levi de Oliveira

Tags:


© 2014 Rádio ColetivaTodos os Direitos Reservad