PROGRAMAÇÃO AO VIVO APARTIR DAS 6:00 DA MANHÃ.
Defesa Civil registra ao menos 510 desabrigados no RS « Rádio Coletiva

Radio

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Defesa Civil registra ao menos 510 desabrigados no RS

quarta-feira, 23 de outubro de 2013 - by radiocoletiva105.9

Residências ficaram ilhadas em Esteio, cidade mais atingida<br /><b>Crédito: </b> André Ávila
Residências ficaram ilhadas em Esteio, cidade mais atingida 
Crédito: André Ávila


                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     Órgão monitora 13 municípios que sofreram prejuízos, principalmente o mais afetado Esteio


A Defesa Civil do Rio Grande do Sul registrava, até as 20h desta quarta-feira, 510 pessoas desabrigadas por conta dos estragos dos temporais no Estado. Conforme a coordenação estadual, ao menos 10 mil pessoas sofreram prejuízos com alagamentos e danos a construções provocados por granizo e vendavais. São 13 os municípios monitorados pelo órgão com problemas mais graves provocados pela chuva, principalmente na Região Metropolitana e no Vale do Sinos. No fim da tarde, 28 mil estavam sem luz.

A presidente Dilma Rousseff informou no início da noite que conversou com o governador Tarso Genro para oferecer ajuda: “Coloquei à disposição do governo do RS toda a ajuda federal aos desabrigados e prestei minha solidariedade ao povo gaúcho”, escreveu.

O município de Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foi o mais prejudicado e na prefeitura foi montada uma Sala de Situação para que todas as ações de atendimento às vítimas sejam realizadas de forma articulada. Em Esteio, choveu em duas horas 80 milímetros, o que supera a média mensal.

O prefeito Gilmar Rinaldi falou que a situação é de "calamidade". Mais cedo, ao menos 300 famílias tiveram que ser resgatadas porque estavam ilhadas. A inundação é reflexo do transbordamento dos arroios Gravataí e Sapucaia. Em algumas localidades, a água chegou a atingir a cintura. Assustadas, as pessoas deixaram as casas carregando o que podiam: TVs, videogames e eletrodomésticos.

Enchente atinge Esteio pela segunda vez em dois meses


Em agosto, em meio a Expointer, a chuva causou a cheia do rio do Sinos e inundou ruas e avenidas, atingindo a residências de moradores. Na ocasião, ao menos 4 mil pessoas foram afetadas, somente no município. Há dois meses,  Rinaldi havia decretado situação de emergência por conta dos danos causados pelas enxurradas.

Também estão sendo monitorados os municípios de Sapucaia, Gravataí, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Três Coroas, Igrejinha, São Lourenço do Sul, Cachoeirinha, Pedro Osório, Triunfo, Capão do Leão e Rolante.

Fonte - Correio do Povo
Postado por Levi de Oliveira

Tags:


© 2014 Rádio ColetivaTodos os Direitos Reservad