Notícias

6/recent/ticker-posts
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI

Pediatria e Pneumopediatria: Drª Deisi Belucik atende em Santiago

 



A conceituada médica Pediatra e Pneumopediatra, Drª Deisi Belucik (CRM: 42.137 - RQE pediatria: 36.913 - RQE pneumopediatria: 39.665) atende na Clínica Life em Santiago, semanalmente.



Graduada em Medicina no exterior pela Universidade ELAM, revalidada pela UFRGS em 2014, possuí duas residências médicas, sendo elas em Pediatria(2020) e Pneumopediatria (2022). A médica é especialista em doenças respiratórias da infância.

Realiza atendimentos clínicos e teste de função pulmonar, conhecido como Espirometria.

A pneumologia pediátrica é uma subespecialidade da pediatria que cuida do diagnóstico, tratamento e da prevenção das doenças respiratórias que acometem crianças e adolescentes. Além disso, faz o acompanhamento de outras doenças que afetam outros órgãos, mas que também tem repercussões respiratórias.

Principais doenças que acometem o sistema respiratório​ na infância são: Bronquiolite aguda viral, Displasia broncopulmonar, Doenças respiratórias por aspiração de alimentos – disfagia e doença do refluxo gastroesofágico, Pneumonias agudas, Rinite alérgica, Síndrome do bebê chiador, Sinusites agudas e crônicas, Tosse crônica, Tuberculose pulmonar.


O que faz um pediatra?

O pediatra é o médico especialista em prevenir, diagnosticar e tratar doenças que acometem crianças e adolescentes.

O acompanhamento deve ocorrer desde o nascimento do bebê até completar 18 anos. No entanto, ainda que ações preventivas sejam realizadas, existem doenças que costumam surgir durante a infância.

Veja as mais comuns:

1 – Alergias
Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), cerca de 3% das crianças sofrem com algum tipo de alergia.

Usualmente são provocadas pela alimentação, seja por alguma proteína, conservante ou corante.

Os principais sintomas envolvem dores abdominais, coceira, erupções na pele e dificuldade respiratória.

2 – Infecção no ouvido

Chamada de otite média, a infecção no ouvido pode ocorrer quando há acúmulo de secreção no canal auditivo.

A causa pode ser gripes e resfriados ou mesmo o leite que pode escorrer durante a amamentação com o bebê na posição horizontal.

Normalmente este quadro médico surge pelo menos uma vez até os cinco anos.

Secar bem os ouvidos com toalha depois do contato com a água é a melhor forma de prevenir que isso ocorra.

3 – Infecção na garganta

Alguns sintomas desse quadro clínico são a falta de apetite e febre alta.

Pode ser causada por vírus ou bactérias e resulta na infecção de faringe e amígdalas.

O tipo viral é mais comum até os dois anos, podendo haver até três episódios por ano.

Ocorre dor por três dias e o tratamento envolve o uso de antitérmicos e analgésicos.

Em quadro mais intensos, comuns entre 3 e 6 anos, o uso de antibióticos também é indicado.

4 – Outras

Outras doenças muito comuns na infância são a catapora, caxumba, rubéola, sarampo.

Todas causadas por vírus e com remissão espontânea, no entanto, podem ser bem incômodas e provocar complicações.


Fonte: Blog do Rafael Nemitz.

Postar um comentário

0 Comentários