O aerador Samuca foi inventado no Espírito Santo, por um aluno do Senar, essa invenção é aerador para tanques de peixes sem a necessidade de energia, pois se trata de um aerador artesanal que funciona por meio da força gravitacional da água. O equipamento tem o nome de Samuca, apelido do inventor Samuel.
O aerador é bastante versátil e pode ser utilizado em tanques de engorda de peixes e em berçários (alevinos). Nos de engorda, um equipamento é necessário para aerar 200 m² de lâmina d’água (3 a 4 peixes/m²). Nos tanques de alevinos, um equipamento supre 100 m² de lâmina d’água (100 alevinos/m²). Portanto, além de simples, o equipamento é bastante eficiente.

O sistema funciona da seguinte forma:
A água chega ao tanque de peixes, por gravidade, por meio da tubulação. Quando passa pelo tampão com furinho de 5 mm, a água é pressurizada. A porta de sucção do equipamento suga o oxigênio do ar que, junto à água, são empurrados para o tanque, o que proporciona a sua aeração.

Principais vantagens do aerador Samuca:
- Aspecto ambiental: redução do consumo de água (de 60 a 70%);
- Aspecto econômico: não há gasto de energia (funciona pela gravidade);
- Aspecto financeiro: baixo custo para montar o equipamento (3,00 para uma unidade).

Materiais necessários para montar o equipamento:
- 1 “T” de PVC com ¾”(polegadas);
- 1 tampão de ½” com 1 furinho de 5 mm;
- 1 cano com 10 cm de comprimento e ¾”;
- 1 cano de 10,5 cm de comprimento e ½”;
- 1 cano de 20 cm de comprimento e ¾”.

Requisito para o bom funcionamento do aerador Samuca:
Deve haver um desnível de, pelo menos, 5 metros








Fotos: Valtemir Bazeggio

Postar um comentário:

0 comments: