Notícias

6/recent/ticker-posts
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI

Histórias Que Inspiram Cristal do Sul

 Incentivo, estudo e evolução na propriedade asseguram a sucessão familiar

Mesmo com muitas dificuldades iniciais, a família do produtor rural Eliseu Luiz Kolwoski, de Cristal do Sul/RS, quer se manter no campo e crescer cada vez mais 



As possibilidades de acesso às inovações tecnológicas e mais oportunidades de adquirir conhecimento, melhoram a vida no campo. Isso se comprova na família do agricultor Eliseu Luiz Kolwoski, morador de Cristal do Sul/RS, que começou com muitas dificuldades, mas não desistiu, se manteve no meio rural e conseguiu evoluir.

A família iniciou a vida no interior, comprando um pedaço de terra e alugando 10 vacas. Porém, 80% do que era produzido com os animais era o valor a ser pago pela locação. Chegou um momento que a situação ficou insustentável, pelo pouco retorno financeiro que sobrava. Para conseguir mudar a realidade, Eliseu precisou da ajuda da Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG. “Fui na agência e pedi financiamento para comprar nossos próprios animais. Adquirimos 10 matrizes leiteiras e, dessas, cinco morreram. Com isso, o primeiro ano foi difícil. Então, conseguimos mais recursos para conseguir outras vacas e fomos avançando. Atualmente, a família tem 114 vacas em lactação”, conta Eliseu.

Para alcançar esta mudança, Eliseu e a esposa, Rosa Marli Kolwoski, incentivaram os dois filhos Emerson e Diovana a estudarem e aplicarem o conhecimento na propriedade. “Tudo o que eles aprendem é implementado aqui, e conseguimos resultados bem positivos. Isso motivou os dois a ficarem com nós, no campo, o que nos deixa muito felizes”, relata o pai.

Emerson estudou na Casa Familiar Rural e há um ano concluiu também o curso Tecnologia em Agropecuária na URI/FW. “Hoje, atuo na ordenha e na alimentação dos animais, faço a parte da vacinação e trabalho com inseminação artificial. Como estou conseguindo incorporar o meu projeto de vida na propriedade, estou bastante entusiasmado, quero permanecer aqui e fazer a sucessão rural”, garante o filho.

Da mesma forma, Diovana, que está há um ano estudando na Casa Familiar Rural, incentivada pelo irmão, afirma que morar no interior tem suas vantagens. “Apesar de não ser muito fácil trabalhar no meio rural, pois não tem dia e nem hora, mas atuar no que é nosso, no que gostamos, nos faz bem e é uma motivação. Com certeza, quero continuar estudando e ficar com minha família”, disse.

 

Evolução

O responsável pela área técnica e nutricional da propriedade, Maicon Junior Silvestrin, lembra dos avanços já alcançados. “No começo, eles trabalhavam tudo de forma manual, era mais sofrido. Hoje, já conseguiram adquirir máquinas, galpões e silos. Com isso, vemos que as pequenas propriedades também podem se tornar grandes, conforme o pensamento e a disposição do produtor”, ressalta.

Para atingir este crescimento, a família contou com o apoio do Sicredi. “Graças a força que a Cooperativa nos deu, conseguimos comprar o que necessitávamos e, com isso, estamos evoluindo a cada dia. Sempre recebemos toda a atenção que precisamos e, por isso, temos grande carinho e admiração pelo empreendimento”, argumenta Eliseu.

A satisfação pela parceria, é mencionada também pelo colaborador Fernando Augusto De Carli. “É com muita alegria que vemos este crescimento da família e da propriedade – que estamos inseridos desde o princípio. Nossa satisfação é maior ainda em saber que aqui tem garantida a sucessão familiar, através dos filhos que estão se preparando para melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços e expandir o que possuem, aumentando, assim, a lucratividade e também a qualidade de vida do grupo familiar”, finaliza De Carli.

FONTE Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG




Postar um comentário

0 Comentários