PROGRAMAÇÃO AO VIVO APARTIR DAS 6:00 DA MANHÃ.
Deputado Edegar Pretto assume como presidente da Assembleia Legislativa « Rádio Coletiva

Radio

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Deputado Edegar Pretto assume como presidente da Assembleia Legislativa

terça-feira, 31 de janeiro de 2017 - by radiocoletiva105.9 0

Logo após o término da sessão solene de Eleição e Posse da Mesa Diretora 2017/2018, nesta tarde (31), o presidente eleito, deputado Edegar Pretto (PT), concedeu entrevista coletiva no Salão Júlio de Castilhos. Ele respondeu perguntas sobre a gestão da Casa, a votação de projetos do pacote do governo do Estado e o acesso do público durante essas votações, entre outros assuntos.
Pacote do Executivo
Entre as questões respondidas pelo presidente Edegar Pretto (PT) estiveram as relativas à votação do restante do pacote do Executivo e o acesso ao público às galerias do Plenário 20 de Setembro durante estas sessões deliberativas. No final de 2016, o plenário aprovou 26 matérias do Executivo em sessões ordinárias e extraordinárias, restando ainda outros 11 projetos do pacote. Apenas a Proposta de Emenda à Constituição que alterava a forma de repasse do duodécimo aos poderes foi rejeitada. Durante as votações, o prédio do Palácio Farroupilha foi isolado pela Brigada Militar e o acesso às galerias só foi permitido através de senhas, em número limitado e distribuídas igualmente entre oposição e base do governo.
 
"Nos próximos dias, através de um diálogo franco e respeitoso com a liderança do governo nesta Casa, saberemos quais as intenções do governo quanto aos projetos ainda remanescentes do pacote. Quanto à participação das pessoas, eu vou exercitar o que eu aprendi até aqui. Eu venho dos movimentos sociais, eu já dialoguei muito, eu já participei de muitos protestos, eu já sentei em muita mesa de negociação", ressaltou. "Eu sou da opinião de que a Assembleia Legislativa tem que estar preparada, tem que acolher bem as pessoas. Aqui é a Casa do Povo. Aqui estão homens e mulheres eleitos soberanamente pelo voto da população. Eu farei de tudo, através do diálogo, querendo e exigindo, também, o respeito que este Parlamento merece; de forma organizada, eu quero ver muita gente na Assembleia. Quero ver os gaúchos e gaúchas tomando assento e sendo bem acolhidos aqui na Casa do Povo", concluiu.    
 
Gestão da Casa
Sobre seu posicionamento frente ao Poder Legislativo, Edegar Pretto disse que é, com muito orgulho, o primeiro presidente da Casa de oposição nesta legislatura, mas garantiu que, como chefe de um Poder, sabe de sua tarefa e responsabilidade de representar os 55 deputados, respeitar a pluralidade da Casa e do Rio Grande do Sul. "A Assembleia não é de regime presidencialista. Aqui, nós temos que cumprir o Regimento Interno. Aqui nós temos normas. E o meu compromisso é cumprir rigorosamente as normas estabelecidas que são claras neste Parlamento", afirmou. Lembrou que cabe ao Colégio de Líderes definir as decisões políticas e à Mesa Diretora, as decisões administrativas. 
 
Edegar Pretto também comentou a ideia de ampliar a comunicação da Casa através das redes sociais. "Nós pretendemos construir mecanismos com mais participação popular. O nosso esforço é para que o Parlamento esteja, cada vez mais, próximo das pessoas. Nós teremos um calendário de atividades. Escolheremos grandes causas que, por certo, serão merecedoras de grandes debates e da participação da sociedade como um todo", explicou.
 
Combate à Violência contra a Mulher
O presidente ainda respondeu perguntas sobre o combate à violência contra a mulher, uma de suas bandeiras na Casa, por meio da Frente Parlamentar dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. "Eu tenho uma grande tarefa: suceder a primeira mulher gaúcha a presidir o Parlamento do Rio Grande do Sul, a deputada Silvana Covatti", destacou.
 
"A questão da igualdade de gênero já é uma pauta do meu mandato e que nós pretendemos reforçar com a nossa chegada à Presidência. Não é possível que, em pleno século XXI, nós tenhamos mulheres maltratadas, agredidas e mortas, a maioria dentro de sua própria casa", lamentou. "Nós não aceitamos pacificamente que uma mulher trabalhe no mesmo exercício, na mesma atividade que um homem e receba menos pelo fato de ser mulher", complementou.
 
Ato Popular de Posse
Após conceder coletiva de imprensa, Edegar Pretto recebeu o cumprimento dos convidados no Vestíbulo Nobre e, em seguida, foi para a Praça da Matriz, onde ocorreu um ato popular de posse.
© Agência de Notícias 

Tags:


0 comentários:

© 2014 Rádio ColetivaTodos os Direitos Reservad