PROGRAMAÇÃO AO VIVO APARTIR DAS 6:00 DA MANHÃ.
Fepam libera licença de instalação da ponte sobre o rio da várzea « Rádio Coletiva

Radio

terça-feira, 5 de maio de 2015

Fepam libera licença de instalação da ponte sobre o rio da várzea

terça-feira, 5 de maio de 2015 - by radiocoletiva105.9 0





A obra é uma conquista histórica para a região e está orçada em cerca de R$ 6 milhões

Na manhã da última quinta 30, a Fepam anunciou através do seu site, a liberação da licença de instalação (LI) da obra de construção da ponte sobre o Rio da Várzea, ligando os municípios de Rodeio Bonito e Liberato Salzano, aproximando as regiões de Frederico Westphalen e Erechim. A obra está orçada em cerca de R$ 6 milhões, com recursos já empenhados através do Ministério da Integração Nacional, Programa Brasil Sem Miséria do Governo Federal. A liberação da LI era a última etapa a ser vencida antes do início da obra, que já está inclusive licitada.

A empresa que venceu o processo licitatório é a Andretta de Erechim. Ao anunciar a conquista da licença de instalação da obra, o presidente da Creluz, professor Elemar Battisti, destacou que este é um verdadeiro trabalho de união e uma conquista de todos.

Battisti, citou o empenho principalmente dos prefeitos de Liberato Salzano, Gilson de Carli, de Rodeio Bonito, Nilson Luís Dal Cortivo, de Novo Tiradentes, Edegar Peruzzo, do ex-secretário executivo da Amzop e hoje no Governo do Estado, Luiz Gustavo de Souza, além do prefeito de Pinhal, ex-presidente da Amzop, Edmilson Pedro Pelizari. “Idealizamos este projeto de construção da ponte junto com as usinas do Rio da Várzea, depois esta causa foi abraçada pelos poderes públicos, com grande articulação política dos prefeitos e lideranças, com total apoio e amparo da Creluz e Coogerva”, destaca Battisti.

Os acessos para o local onde a ponte será construída já foram abertos e um ato oficial de entrega da ordem de serviço será realizado nos próximos dias. A Creluz auxiliou em trabalhos e investimentos envolvendo, sondagem, topografia, adequação dos projeto de engenharia e ambiental, aquisição de áreas de terras para a futura rodovia que dará acesso a ponte, despesas com tabelionato e cartório, estudos de remanso, estudos hidráulicos, aquisição de terras onde ficarão as cabeceiras da ponte, áreas de reposição florestal e destinação de mudas.



Edevaldo Stacke/Ascom Creluz.

Tags:


0 comentários:

© 2014 Rádio ColetivaTodos os Direitos Reservad