PROGRAMAÇÃO AO VIVO APARTIR DAS 6:00 DA MANHÃ.
Laudo aponta que Evandro diz a verdade sobre não ocultar corpo de Bernardo « Rádio Coletiva

Radio

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Laudo aponta que Evandro diz a verdade sobre não ocultar corpo de Bernardo

quarta-feira, 10 de setembro de 2014 - by radiocoletiva105.9 0

Evandro teria falado a verdade sobre não participar da ocultação do corpo de Bernardo<br /><b>Crédito: </b> Reprodução CP
Evandro teria falado a verdade sobre não participar da ocultação do corpo de Bernardo
Crédito: Reprodução CP














Irmão de Edelvânia Wirganovicz passou pelo detector de mentiras no dia 21 de maio


A negativa de participação de Evandro Wirganovicz no assassinato de Bernardo Boldrini, feita pela mãe do acusado, Doraci Terezinha, em seu depoimento à Justiça nesta terça-feira, vai ao encontro do laudo do depoimento de Evandro no detector de mentiras. No teste da polícia, ele negou ter ajudado a cavar o buraco no qual o corpo do menino foi enterrado. Evandro foi interrogado em Três Passos em 21 de maio. O depoimento durou 20 minutos e ocorreu no Foro do município.

Os questionamentos feitos a Evandro foram elaborados pela Polícia. O laudo da tecnologia de análise de voz confirma que “Evandro fala a verdade ao narrar que soube da morte de Bernardo após a notícia ter sido dada”. Sobre se sabia do planejamento do crime, “há desconforto por parte do entrevistado e segmentos de fala inconclusivos”.
Evandro explicou o que fazia no local perto da cova, na noite de 2 de abril, dois dias antes do assassinato de Bernardo. De acordo com a análise do programa, Evandro é verdadeiro quando diz que estaria pescando no local, naquele horário. 

No trecho em que afirma não ter nenhuma participação no crime, há indicação de risco de mentira bem como quando responde aos policiais se sabia que alguém seria morto. “Evandro sente-se constrangido com a pergunta; há imprecisão com indicação de risco de mentira”, atesta o laudo. “Também sente-se desconfortável quando afirma não ter cavado o buraco e que teria sido sua irmã que abriu a cova”, conclui o documento. 

O único trecho do laudo em que fica "expressa mentira" foi quando respondeu quanto ao tipo de linha de pesca utilizado neste dia. "Mente sobre pesca com linha comprida", aponta o relatório. No entanto, "é verdadeiro ao falar que chegou ao local da pesca quando estava escurecendo, ficando lá até as nove horas da noite".

Evandro permanece encarcerado no Presídio Estadual de Três Passos, onde está desde o dia 10 de maio. Ele foi denunciado pelo Ministério Público por ocultação de cadáver e participação no assassinato. 





Por Fernanda Pugliero

Fonte: Correio do Povo

Tags:


0 comentários:

© 2014 Rádio ColetivaTodos os Direitos Reservad