Prefeitos de municípios afetados pela enchente discutem aplicação de recursos






Os prefeitos da Amzop que decretaram situação de emergência em função da enchente ocorrida no final de junho se reuniram na tarde desta segunda-feira, 11, na sede da entidade em Seberi.
Vários assuntos estiveram em pauta, com destaque para a aplicação dos recursos destinados pela Defesa Civil do Estado para serem utilizados na recuperação dos danos causados pelo mau tempo. Os trabalhos foram coordenador pelo presidente, prefeito Edmilson Pelizari e pelo secretário executivo, Luiz Gustavo de Souza.
Os Prefeitos presentes se manifestaram sobre os diversos assuntos. Todos mostraram preocupação, especialmente, em relação aos danos causados pela chuva e a escassez de recursos para fazer frente às demandas. Foram tiradas dúvidas quanto á aplicação dos recursos. O presidente Pelizari fez contato com a Defesa Civil, ainda durante a reunião, buscando informações sobre o tema em pauta.
O prefeito de Seberi, Renato Bonadimann fez uma relato sobre as tratativas feitas em Porto Alegre e Brasília, no tocando às obras de recuperação da ponte sobre o rio Uruguai, em Iraí. Também falou sobre os encaminhamentos dados quanto à instalação de duas balsas no rio Uruguai. Segundo ele, tudo está se encaminhando para que dentro de 30 dias as balsas estejam em pleno funcionamento.
No próximo dia 21 haverá a reunião ordinária dos prefeitos da Amzop. Vários outros assuntos estarão em pauta, com destaque para ‘as medidas a serem implementadas visando o fechamento das contas’.  A preocupação dos Executivos decorre das constantes quedas dos valores do FPM repassados aos municípios. Registra-se que, enquanto isso, as despesas dos municípios aumentam e se agravam em decorrência de situações de anormalidade, como a enchente ocorrida recentemente.


Fonte: AGOSTINHO PIOVESAN AMZOP
Fotos crédito:  ANDRÉ PIOVESAN / DIVULGAÇÃO