PROGRAMAÇÃO AO VIVO APARTIR DAS 6:00 DA MANHÃ.
Pai e madrasta são presos pela suspeita de participação na morte de menino de 11 em Três Passos « Rádio Coletiva

Radio

terça-feira, 15 de abril de 2014

Pai e madrasta são presos pela suspeita de participação na morte de menino de 11 em Três Passos

terça-feira, 15 de abril de 2014 - by radiocoletiva105.9 0


Pai e madrasta são presos pela suspeita de participação na morte de menino de 11 em Três Passos
O médico Leandro Boldrini e companheira dele Graciele, foram presos nesta segunda-feira (14-04), pela acusação de envolvimento no sumiço e morte do menino Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos em Três Passos. O garoto que estava desaparecido desde o dia 04 de abril foi encontrado nas margens do Rio Mico, na Localidade de Linha São Francisco, dentro de um saco, no interior de Frederico Westphalen.

A madrasta do menino Graciele que é enfermeira é suspeita de ter feito uma injeção letal no garoto. Os detalhes de como aconteceu o crime serão revelados na manhã desta terça-feira (15) pela Delegada de Polícia responsável pela investigação, Caroline Bamberg Machado.

Segundo informações o crime teria sido premeditado e ocorreu numa viagem para Frederico Westphalen, onde a madrasta foi com o argumento de realizar compras. A polícia suspeita que o médico e pai do garoto pudesse ter conhecimento da trama criminosa.Além do casal a polícia prendeu em Frederico Westphalen, Edelvania Wirganovicz, de 40 anos por suspeita de participação no crime.

Às 23h e 20 minutos a polícia retirou de casa o médico Leandro Boldrini que foi levado algemado para a Delegacia de Polícia. A prisão ocorreu sob gritos e palavras de ordem da população que pedia por justiça. Cerca de 500 pessoas foram para frente da casa protestar.

Bernardo Uglione Boldrini era um menino muito querido na comunidade de Três Passos e participava como coroinha nas missas da igreja católica do município. O colégio Ipiranga onde o menino estudava cancelou as atividades escolares desta terça-feira.

O corpo do menino foi encaminhado para o IML de Frederico Westphalen e deve ser liberado nesta terça-feira para o velório.
Relacionamento do médico com a enfermeira
O relacionamento do médico Leandro Boldrini com Graciele teve início depois da morte da esposa e mãe de Bernardo Uglione Boldrini, único filho do casal. Segundo informações a mãe de sangue de Bernardo cometeu suicídio com um disparo de arma de fogo há cerca de 4 anos no consultório do médico.

Da nova relação com Graciele o médico teve uma filha que tem menos de um ano.
Se for confirmada a participação do pai e da madrasta no crime trata-se uma história macabra, que mais parece um filme de ficção, com todos os requintes de crueldade.

Fonte: www.noarnoticias.com.br

Tags:


0 comentários:

© 2014 Rádio ColetivaTodos os Direitos Reservad