PROGRAMAÇÃO AO VIVO APARTIR DAS 6:00 DA MANHÃ.
Inter fica no 0 a 0 com o Atlético-PR e está fora da Copa do Brasil « Rádio Coletiva

Radio

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Inter fica no 0 a 0 com o Atlético-PR e está fora da Copa do Brasil

quinta-feira, 24 de outubro de 2013 - by radiocoletiva105.9

Inter cai para o Atlético-PR na Copa do Brasil<br /><b>Crédito: </b> Felipe Gabriel / Lancepress / CP
nter cai para o Atlético-PR na Copa do Brasil
Crédito: Felipe Gabriel / Lancepress / CP












Mesmo com Scocco, Rafael Moura e Forlán na frente, ataque não funcionou em Curitiba
I
O Inter fez dois tempos com estratégias distintas. No primeiro, esperou o Atlético-PR e procurou sair na boa. No segundo, Clemer colocou três atacantes e mandou o time para frente. Mesmo assim não foi suficiente, o Colorado não saiu do 0 a 0 com o Furacão na Vila Capanema, em Curitiba, na noite desta quarta-feira, e está eliminado da Copa do Brasil – no jogo de ida, em Novo Hamburgo, o placar foi 1 a 1.

A eliminação, além de acabar com a possibilidade de um título nacional em 2013, deixa o Inter longe da Libertadores do próximo ano. No Brasileirão, o time é apenas nono colocado e está a oito pontos do G4. No final de semana, os dois times voltam a jogar pelo Campeonato Brasileiro. No domingo, o Inter encara o São Paulo no Centenário, a partir das 17h. Já o Atlético-PR encara o Bahia na Fonte Nova, no sábado.

Inter “fecha a casinha”, mas cria pouco no primeiro tempo
O técnico Clemer alertou que a postura do Inter em Curitiba seria de “fechar a casinha”, marcar o Atlético-PR e sair na boa. Foi o que se viu no primeiro tempo – ao menos a primeira parte o time gaúcho cumpriu bem. O Colorado entrou marcando atrás, esperando o Atlético-PR e só tomou a iniciativa nos minutos finais da primeira etapa. Mesmo com o resultado a seu favor – o 0 a 0 classificava o Furacão -, o time paranaense iniciou a peleja no ataque. Logo no primeiro minuto, Everton forçou para cima de Kleber e obrigou o lateral colorado a mandar a bola para escanteio. Na cobrança de Paulo Baier, Juan apareceu bem para evitar o perigo.

O Furacão seguiu em busca do gol, mas encontrou o Inter bem postado defensivamente. A única chance perigosa dos paranaenses na primeira etapa veio com o meia Everton, aos 12 minutos. Após falta batida por Baier, ele pegou o rebote e chutou forte uma bola que passou raspando o travessão.

Aos poucos o Inter foi gostando do jogo. A primeira chance colorada veio aos 26, quando Otávio invadiu a área e bateu forte obrigando Weverton a fazer uma difícil defesa. Sem conseguir criar chances com bola rolando, o Furacão chegou aos 35, com Manoel que ganhou pelo alto, mas cabeceou fraco sem dificuldade para Muriel, que pegou firme.

Nos minutos finais, o time colorado saiu para o ataque, quando teve a melhor oportunidade na primeira etapa. Aos 40, D’Alessandro bateu falta lateral, o baixinho Jorge Henrique cabeceou e Weverton fez uma grande defesa para mandar a bola para escanteio e garantir o placar zerado no primeiro tempo.

Clemer abre o time, mas ataque colorado não funciona
O Inter voltou para o segundo tempo com o uruguaio Forlán no lugar de Otávio e uma postura mais ofensiva. Logo nos primeiros minutos, o Colorado saiu para o ataque, mas sem criar nenhuma chance perigosa. Clemer não esperou muito e aos 13 mexeu novamente na equipe: Rafael Moura no lugar de um ineficiente Leandro Damião. He-Man mal entrou e teve a primeira chance de marcar. E uma grande oportunidade! Aos 15, após cruzamento do lado direito, bola sobrou na risca da pequena área, mas ele fez o mais difícil: bateu forte e isolou.

A falta de efetividade seguiu incomodando Clemer, que radicalizou aos 26 minutos: colocou o atacante Scocco no lugar do lateral-esquerdo Kleber, deslocando Jorge Henrique para a lateral. O Inter ia para o tudo ou nada. Mas mesmo com as mudanças, o Inter seguiu com dificuldade para chegar ao gol de Weverton e ainda viu o time paranaense crescer na partida. Com vantagem no meio-campo, o Furacão manteve a posse de bola e passou a controlar o jogo.

O Inter chegou apenas uma vez em cruzamento de Scocco, aos 36, mas o lateral Léo apareceu e impediu a finalização de Forlán. Na base do abafa, o Colorado tentou pressionar no final, mas a o Atlético-PR se defendeu bem e manteve o 0 a 0 que lhe servia para garantir vaga na semifinal da Copa do Brasil.

Fonte:Correio do Povo
Postado por  Levi de Oliveira

Tags:


© 2014 Rádio ColetivaTodos os Direitos Reservad